Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

FILA JOTA

thriller.jpg

Estava sentado na fila jota. Simultaneamente, metia pipocas na boca e mastigava-as como se fosse uma máquina de triturar, permanecendo imerso na acção que decorria na tela.

Os olhos, sem pestanejarem, mantinham-se fixos e vidrados no ecrã de cinemascope, numa mescla de sofrimento, raiva, horror e gulodice.

Com efeito, a personagem sentada na fila jota, que preferiu manter o anonimato - chamemos-lhe Joseph para respeitar a sua privacidade - , tinha olhos de vidro, por muito inverosímil que nos pareça. Para além dessa particularidade, nutria uma admiração incondicional pelo ursinho Teddy de Johnny English.
Efectivamente, Joseph sofria na mesma medida em que o drama se desenrolava à frente dos seus olhos e adquiria contornos cada vez mais definidos, linhas rectas e curvas, por vezes concêntricas, mas, sobretudo, fantásticas e irreais - passe a redundância. Porém, Joseph mantinha-se hirto; sem pestanejar.

Tratava-se, na realidade, de uma visão, embora já saibamos que tinha olhos de vidro. Contudo, uma visão perturbadora e desligada da vastidão circundante e do drama que se desenrolava à sua frente porquanto era a sua percepção do enquadramento da cena, naquela perspectiva espacial da fila jota.

Contudo, ele sabia perfeitamente o que isso era porque já experimentara estar atrás da câmara.
Subitamente, numa mudança brusca de plano, o serial killer que interpretava o papel de psicopata e fisiopata*, alternadamente, avança de faca em riste em direcção às costas de Johnny English que, por sinal, estava de costas voltadas para o homicida, um travesti de nome Dorothy Shung Li, natural de Shangri-La, humanista e feminista dos sete costados. Daí a sua propensão compulsiva para atacar pelas costas e, ainda por cima... quer dizer por trás, sem avisar.
Enquanto decorria a tragédia no ecrã, cuja tortuosidade deixava antever um desfecho sinistro que poderia ter tanto de nefasto como de fatal como o destino ou, quiçá, de tragicomédia, vá-se lá saber - só quem passa por estes acontecimentos inesperados é que sabe dar o valor - , permanecia sentado na fila jota, colado ao conforto da cadeira, não obstante o desconforto da trama que se desenrolava na tela, olhos marejados de lágrimas pela incapacidade física de não poder acudir ao indefeso Johnny English...onde é que eu ia?...Ah, pois..., escrevia, a dado passo, que a faca se preparava para golpear o sujeito alvo, bárbara e covardemente porque, como já referi, ele estava de costas voltadas para Dorothy Li.
Joseph, impotente, sentado na fila jota, como tinha referido também, não aguentou mais a tensão do momento porque foi, efectivamente, um momento de tensão, e berrou a plenos pulmões, vomitando pipocas: «Cuidado, o gajo está mesmo atrás de ti, Johnny!»
Debalde. A faca penetrou as costas de English, implacável e fria, talvez seis vezes, mais facada, menos facada, rasgando-lhe, pelo menos, um pulmão e trespassando-lhe o coração, o qual caiu redondo (o Johnny, embora "o qual" nos possa colocar alguma dúvida em relação a quem ou o que caiu redondo), não sem antes ter esboçado um esgar de dor de barriga, vindo a perder a vida imediatamente após ter falecido, vítima de homicídio doloroso.
Saiu da sala visivelmente frustrado e o caso não era para menos, pois não conseguia entender porque é que continuavam a dar papéis importantes a gajos surdos.

*Do grego phýsis, "natureza" + páthos, "sofrimento", estão a  ver? Portanto o(a) que utiliza objectos cortantes, contudo naturais, para matar com muita dor.

FOTO MISTÉRIO

apanhado.jpg

Olá, cá estou eu novamente a abordar um tema que presumo ser do agrado dos milhares de visitantes que continuam a apostar na excelente qualidade deste blogue. Prova disso têm sido as boas críticas que não param de crescer. Queiram aceitar o meu pedido de desculpas, todos aqueles e aquelas a quem não tive, ainda, oportunidade de agradecer tanto apoio e carinho. Antecipadamente, aqui deixo o meu muito obrigado e bem hajam! Adiante.

Nunca é demais relembrar que cada foto mistério é sempre motivo de discussão saudável em tertúlias, ou outros fóruns de debate.

Como é  habitual, para tornar a experiência de identificação da foto mais aliciante, tenho sempre o cuidado de a retocar, o que torna o reconhecimento um bocadinho mais moroso. No entanto, penso que a personagem sai sempre favorecida com este pequeno truque.

Finalmente, e à semelhança de outros posts similares, segue-se uma pequena lista de sugestões (uma delas é a solução), certamente desconcertantes, mas se não fosse assim, o objectivo deste tema seria desvirtuado.

Não há prémios para quem acertar, mas o simples e excitante exercício da adivinhação já é, só por si, uma bela recompensa. Os leitores só têm que escrever as respostas num bilhete-postal (não sei se ainda existem, mas procurem, mexam-se!) e enviá-las para as próprias moradas para testarem o grau de lentidão dos CTT.

Assim, a personagem que retrato hoje, já foi primeiro ministro durante uma porrada de anos e os portugueses nunca lhe perdoaram o facto de ter permanecido durante tanto tempo em São Bento, pois só fez merda. Todavia, sabe-se lá porquê, umas ovelhas ranhosas, quiçá influenciadas pelo "Ensaio sobre a cegueira" do nosso Saramago, mudaram-no de São Bento para Belém (onde ainda mora), continuando a fazer merda. No partido político ao qual presumo que deve regressar após o cumprimento do seu último mandato como alto magistrado da Nação, é tido como um grande economista e de intelecto elevado, sabendo-se que é um leitor fervoroso das obras completas de um colega, outro grande economista de reconhecido mérito internacional, Vitor Bento (estão a ver quem é o jeitoso?), o qual considerava aqui há tempo que a crise que o país atravessa deve-se ao facto dos portugueses terem adoptado uma "vida de cigarra", em vez de uma "vida de formiga", desde a entrada no euro. Presume-se que esta frase seja um elogio para o sujeito da foto-mistério de hoje e uma porrada no estômago dos portugueses que se esfalfam a trabalhar para ganharem uns míseros tostões, depois de deduzidos os impostos e outras taxas enganadoras...

Distinguiu-se, finalmente, com uma frase que ficou célebre: «nunca me engano e raramente tenho dúvidas».

Quem é a personagem da foto mistério, quem é?

 

Sugestões:

Dias Loureiro

Oliveira e Costa

Miga Amagal

Duarte Lima

Anabela Rodrigues

 

Boa sorte!

 

 

FOTO MISTÉRIO

 

angela a bela.png

Olá, cá estou, novamente, com mais uma foto mistério para gáudio dos caros leitores - contam-se por largas centenas - que têm passado as vistas turvas pelo meu blogue.


À semelhança das anteriores, manipulei a foto, no sentido de pôr à prova, uma vez mais, a memória visual dos visitantes. Presumo que quase todos devem ter adivinhado de quem se trata, sendo tão evidente, quase a roçar o escandaloso! Mas eu dou uma ajudinha: trata-se, efectivamente e por ventura, de uma cantora famosa do século passado. Alemã, Marie Magdelene Dietrich von Losch (Berlim, 27 de Dezembro de 1901 — Paris, 6 de Maio de 1992), ou simplesmente Marlene, para os amigos do peito.

Dos seus ascendentes quase nada se sabe, a não ser o facto de ter sido concebida na ex-República Democrática da Alemanha, de ter crescido num ambiente muito austero e de, em pequenina, sonhar que um dia ia mandar na Europa. Para além disso, aprendeu a conduzir num Trabant que era a única coisa com quatro rodas que circulava do lado de lá do "Check Point Charlie", mas o seu sonho de menina era um dia poder conduzir um Mercedes, ou um Audi. E pronto, sabe-se também que, para os seus admiradores incondicionais, ela será eternamente a bela "Der Blonde Engel", muito embora esta imagem não abone em favor dessa ideia.

Penso que esta é de caras. No entanto aqui ficam as sugestões do costume onde somente uma corresponde à personagem proposta.
Não há prémios, à semelhança das fotos mistério anteriores, mas podem continuar a escrever as respostas através de bilhete-postal e endereçá-las para as residências habituais para testarem o grau de morosidade dos CTT.


Sugestões:


Ângela Merqueis da Silva

Rute Marlene

Dona Idalina do 1º Esqº

Isaltino Morais

Paula Teixeira da Cruz

 

Boa sorte!

 

FOTO MISTÉRIO

passos grávido.jpeg

Eis que retorno a este tema, dado que o anterior foi recebido com muito entusiasmo por quem divagou aqui pelo meu blogue. Fartei-me de receber muitos comentários.

Algumas pessoas, mesmo com todas as sugestões que deixei, perguntaram-me se a foto mistério não seria a do professor Marcelo. Todavia, deixo isso à vossa capacidade analítica, sem recorrerem à álgebra porque isso é batota.


Mais uma vez tive o cuidado de manipular a foto, no sentido de pôr à prova a memória visual dos visitantes. Desta feita a fotografia é a da Christine à Lagardère, 30 anos mais nova, actual Directora-Geral do FMI, e conhecida pelas suas posições à Lagardère sobre Portugal: "Espero que a Europa se possa justamente inspirar nos exemplos dados pelos portugueses que, após tanto esforço, estão perto de garantirem o acesso à liga África"...

Em 2011 apresentou a sua candidatura à direcção do FMI, depois do conhecido escândalo que envolveu Dominique Levi Strauss, então director desta prestigiada instituição, e as suas incursões secretas a uma casa de meninas à rue du Pigalle, à Paris (bien entendu), onde se cruzava, à saída, com a lambreta de Françoise Hollande, uma conhecida drag queen, à altura assídua frequentadora dos lupanares parisienses.
Presumo que as pessoas mais expeditas reconhecerão a foto com muita facilidade. No entanto aqui ficam as sugestões onde somente uma corresponde à personagem proposta.
Enfatizo que não há prémios, à semelhança da primeira foto mistério, mas podem escrever a resposta num bilhete-postal e endereçá-la para as próprias moradas para testarem o grau de morosidade dos CTT.


Sugestões:


Roger
Rabit
Step by step
Passos Dias Aguiar
Ângelo Correia
Julia Roberts


Estou em crer que toda a gente acerta nesta, pois é tão fácil, tão fácil q'até chateia! Bonne chance!

Mais sobre mim

foto do autor

NOTA MUITO IMPORTANTE

O AUTOR DESTE BLOGUE ESTÁ-SE A MARIMBAR PARA O ACORDO ORTOGRÁFICO!

ESPREITADELAS

hitwebcounter

FLORES DE MAIO

Mensagens

JAZZ COM BIFANAS

O SEU A SEU DONO

Se, neste blogue, houver lugar à existência de qualquer violação de direitos de autores de obras intelectuais, agradeço que me contactem através de joaoratao1@sapo.pt (ou aqui), por forma a poder corrigir a situação. Obrigado.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bocage in "O Bordel Português"Saudações cordiais

  • Anónimo

    Faz-nos pensar que, aqui e ali, ainda se vão encon...

  • Anónimo

    Faz lembrar essa grande quadra de autor desconheci...

  • Anónimo

    Eu ia dizer - que f.... da ..... de texto tão rico...

  • João Ratão

    Pois, com certeza, nem refuto!

Posts mais comentados

Pesquisar