Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

O PAGADOR DE PROMESSAS*

o pagador de promessas.jpg

- Prometi a todos os portugueses e portuguesas manter o preço dos novos passes Navegante, nesta legislatura, independentemente da sua cor política, credo, orientação sexual ou paixão clubista.

Penso que não discordarás do facto desta medida ter tido um grande impacto na economia das famílias e ter sido um sucesso. Afinal, tratou-se de uma promessa que concretizei, ainda, no decorrer do anterior mandato; prometi, também, uma revolução sem precedentes nos transportes colectivos como, por exemplo, mais comboios, barcos e autocarros (alguém disse que quando a fartura é muita o pobre desconfia); prometi, inclusive, um governo de continuidade (salvaguardadas as devidas distâncias políticas do slogan fascista "Evolução na Continuidade" da "Primavera Marcelista"); do mesmo modo, prometi um Banco Promocional Nacional (não confundir com o BPN) que é um banco bestial e, além disso, é amigo do ambiente porque é verde-alface; conjuntamente, prometi 12 mil novas camas para estudantes (e que tal outras tantas para os doentes do SNS? Isso era ouro sobre azul, pá!); imagina que até prometi aumentar o Complemento Solidário para Idosos (seria uma ajudinha - insípida, diga-se em abono da verdade - para ter acesso àqueles medicamentos dos quais se prescindiu há muito porque custam os olhos da cara); prometi, igualmente, diminuir a carga fiscal da classe média (e devolver o que o Passos e os agiotas da "troika" suprimiram aos vencimentos e pensões dos contribuintes dessa classe, "para não hipotecar o futuro de Portugal", é para quando?); prometi, também, mais crescimento, contas certas, emprego e, até, aumentar o salário mínimo para os 750 euros e sei lá que mais! O prometido é devido, mas foram tantas promessas que, se calhar, vou adiar isso lá para 2022, q'é q'achas?

- Fazes tu senão bem! Espera pelas próximas legislativas. Até pode ser que estejam mais próximas do que imaginas, já que escangalhaste a geringonça. Baralhas e tornas a dar um punhado de promessas, incluindo-o no próximo programa eleitoral. Como sabes, de promessas está o inferno cheio, mas não releves porque ainda há quem embarque. Meio mundo já esqueceu que lhe prometeste mundos e fundos e, enquanto o mundo for mundo, podemos continuar a prometer o melhor dos mundos porque esta gente, para além de estar habituada à pachorra e ao recato bovino, tem a memória curta. Ai, estes malvados pés!

 

* "O Pagador de Promessas é um filme de drama brasileiro do ano de 1962 escrito e dirigido por Anselmo Duarte.[1] É até hoje o único filme brasileiro e sul-americano a conquistar a Palma de Ouro do Festival de Cannes, na França, um dos mais importantes prémios cinematográficos do mundo.[2][3] A película é baseada na peça teatral homónima do dramaturgo Dias Gomes.[1] Em Novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.[4]"

Mais sobre mim

foto do autor

NOTA MUITO IMPORTANTE

O AUTOR DESTE BLOGUE ESTÁ-SE A MARIMBAR PARA O ACORDO ORTOGRÁFICO!

ESPREITADELAS

hitwebcounter

FLORES DE MAIO

Mensagens

JAZZ COM BIFANAS

O SEU A SEU DONO

Se, neste blogue, houver lugar à existência de qualquer violação de direitos de autores de obras intelectuais, agradeço que me contactem através de joaoratao1@sapo.pt (ou aqui), por forma a poder corrigir a situação. Obrigado.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Calendário

Novembro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bocage in "O Bordel Português"Saudações cordiais

  • Anónimo

    Faz-nos pensar que, aqui e ali, ainda se vão encon...

  • Anónimo

    Faz lembrar essa grande quadra de autor desconheci...

  • Anónimo

    Eu ia dizer - que f.... da ..... de texto tão rico...

  • João Ratão

    Pois, com certeza, nem refuto!

Pesquisar