Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

A TORTO E A DIREITO

UM BLOGUE SEM PÉS NEM CABEÇA, A TRECHOS LÚCIDO, CONTUDO, TRANSLÚCIDO...MODÉSTIA À PARTE

IN VINO VERITAS EST

in vino veritas est.jpg

No seguimento e prossecução (passe a redundância) das novas medidas de austeridade impostas pelos agiotas internacionais (vulgo troika), foi feito em cima do joelho o nono orçamento rectificativo para o primeiro trimestre de 2015, uma vez que o OGE para o próximo ano, já foi aprovado pela maioria e promulgado por sua Excelência o Senhor Presidente da República.

Com efeito, entre as várias medidas exigidas pelos credores, para além de novos aumentos de impostos, redução de salários e pensões e cessação definitiva de pagamento dos subsídios de férias e de Natal, este último supostamente pago em duodécimos, mas só para inglês ver, prevê-se mais alterações com muito significado, entre as quais destaco, por exemplo, o metro que passa a medir somente 75 centímetros, o quilograma que é reduzido para 650 gramas e o quilómetro que passa a designar-se hectómetro.
Ainda, ao abrigo das mesmas imposições, os deputados, ministros, secretários, subsecretários, secretários dos subsecretários e outros assessores, ficam proibidos de exibir publicamente risos, tampouco sorrisos, seja a que pretexto for, sob risco de comprometerem seriamente as metas de redução do défice para o próximo ano, associados à ilusão que tais expressões faciais provocam nos mais esperançados num futuro risonho. 
Sua excelência, o senhor primeiro ministro já veio revogar algumas passagens do seu discurso de Natal, tais como o orgulho que sentia pelas medidas tomadas pelo executivo em prol do bem estar de todos, devendo rever-se orgulhosamente nos esforços do seu governo, pois os sacrifícios e o sentido patriótico dos portugueses estão a dar finalmente frutos, tais como o desaparecimento das nuvens negras no horizonte, as quais foram substituídas pela luz, o que é lindo, aliás, e está em perfeita sintonia com os enfeites tradicionais de Natal!
Fonte próxima do seu gabinete já tinha desmentido categoricamente, perante os órgãos da comunicação social, essas afirmações, alegando que foram proferidas depois de um bom repasto natalício regado com Pêra-Manca, tinto, de 2007 (passe a publicidade).

A ver vamos se "in vino veritas est" ou antes pelo contrário...

FOTO MISTÉRIO

gaja nua1.jpg

Olá, cá estou, novamente, para mais uma foto mistério. Desta vez transcrevendo uma carta da minha amiga Bobó Derek que, apesar de estar muito velhinha, ainda é capaz de esfarrapar meias solas e fazer inveja a muitas raparigas novas.
Como vai sendo habitual, deixo ao critério dos meus leitores a tarefa, sempre ingrata, de testarem o grau de morosidade dos CTT, ao endereçarem as respostas para as próprias moradas, uma vez que não há prémios para o ou os acertadores.

Eis a cartinha da minha querida Bobó:
"Hola, babies! It's everybody all right? I'm fine. Esto soy yo misma, corazones! Estoy muy agradecida por publicares esta imagen para mis fans en tu blog, Juan (reading your blog, I learned some portuguese words...), para finish definitely with tus errores!
Thank you for the last publication about birds*. Tengo ganas de estar con ustedes el próximo año, coño! Bo en Julio, pero Julio no bai. Bye! Kissesitos,


Bobó Derek
Bollywood


P.R.: Por favor no me borres mas, ok?"


*(?!)


Deixo-vos com as sugestões habituais:


Manuela Ferreira Leite
Celestina Perdigota
Catherine Deneuve com uma peruca
Paulinha Bobone
Dona Alice do 2º Dtº

FOTO MISTÉRIO

alberto joão.jpg

Também concordo que esteja com dificuldade em identificar a personagem. Efectivamente, o passatempo de hoje é particularmente difícil devido à verruga que coloquei no rosto da figura proposta, mas, se é um observador atento, perspicaz e já treinou suficientemente a sua memória visual nas fotos mistério anteriores, penso que desta vez é trigo limpo. Até porque as dicas são muito boas!
É presidente de uma região autónoma, está quase a bater o recorde de permanência no poder (ainda na posse do "botas"), gosta muito de poncha, trata abusivamente Sua Excelência o Senhor Presidente da República por senhor Silva, não vê boi de geografia, pois confunde o Continente com Cuba, quer ser o rei da ilha, negou a pés juntos e até jurou "eu seja ceguinho" a existência de uma dívida oculta, gosta de desfilar nos carnavais do Funchal, umas vezes de Vasco da Gama e outras de "Drag Queen", entre outras bizarrias. 

Sem pretender ser auto-adulador, penso que esta é uma foto mistério das mais lixadas, mas não é impossível de resolver.

À semelhança das adivinhas anteriores, relembro que podem enviar as respostas, num bilhete-postal, para as próprias moradas para testarem o grau de rapidez dos CTT. 

Eis as sugestões:

 

a) Pai Natal

b) Filho Natal

c) Espírito Santo Natal

d) Príncipe Alberto do Mónaco

e) João Vale Tudo

f) Jardim Gonçalves

 

Boa sorte!

JUÍZO FINAL

sao benedito.jpg

Parece que ainda não é em 2015 que se vai dar o juízo final, comentam os soalheiros habituais, observadores atentos ao que se passa nos corredores do poder celestial, mesmo depois de um presumível desabafo de São Benedito, presidente do Supremo Tribunal Celeste que teria afirmado que a corrupção tinha um potencial corrosivo para a qualidade da democracia e outros lugares comuns.
A coisa envolve centenas de empresas e alguns bancos, dezenas de anjos e arcanjos associados a esta gigantesca tramóia celeste e alguns estagiários no limbo que se meteram em bródios profanos pré-natalícios nas vizinhanças do Paraíso. Desconhece-se, até à data, se as patuscadas incluiram sexo, sabendo-se de antemão que os anjos não têm sexo, tampouco os arcanjos. Em causa estão crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais, tendo o Céu sido lesado em centenas de milhões de euros, os quais estão a ser pagos pelas alminhas do purgatório.
Os arguidos arcanjos interpuseram recurso e vão aguardar julgamento em liberdade. Quanto aos anjos, vão ser castigados com penas que variam entre lavar os pés, diariamente, a todos os santos e mudar as fraldas ao Menino Jesus. Parece ser uma clemência sem precedentes já que, anteriormente, crimes de gravidade menor foram severamente punidos com autoflagelação, abstinência sexual, procura incessante do Espírito Santo com condições atmosféricas adversas, nomeadamente nevoeiro, e horas extraordinárias, sem remuneração, a guardar as portas do Céu, tendo que suportar a flatulência excessiva  do São Pedro enquanto dorme.
Tal indulgência deve-se ao facto de estarmos a atravessar um período especial de paz, amor e perdão, e também ao cansaço natural de São Benedito que, desde há quase oitocentos anos - não é brincadeira - preside aos julgamentos e acompanha a tramitação legal de todos os processos. 
Mas, regressando ao título em epígrafe, aconteceu que ao terminar a leitura do acórdão, o magistrado celestial desabafou, visivelmente entediado: "estou farto disto! Um dia destes vou lá acima, bato o pé, digo ao Gajo que este foi o último e não quero saber! Quero é gozar a minha reformazinha tranquilamente sem compromissos!" Por tudo isto, presume-se que o Juízo final tenha de ser protelado sine die até à substituição do Santo Magistrado em caso de renuncia, mais que previsível, do cargo. É muito tempo!...

A PRIMA FELISMINA I

a prima felisbela.jpg

Minha querida prima Honorina, espero que estejas bem de saúde, na companha dos teus, que a gente cá vai indo menos mal, graças a Deus.

Há tempos que não te dou notícias e quero pedir-te muitas desculpas; e, olha, juro-te pela alminha da avó Felisbela, que já tem lugarzinho garantido no Céu, pois está mais para lá do que para cá, que não são esfarrapadas!

Tu bem sabes que não é por mal; eu gosto muito de ti, mas é raro apanhar um tempinho para pormos a escrita em dia e olha, aproveito agora q'é Natal para te dar notícias da gente.
Este ano fartámo-nos de matutar acerca do destino das nossas férias. Como o carcanhol já nem dá para ir até às Berlengas - também com a pensão de miséria que recebemos, imagina, n'é? - , decidimos, então, seguir aquele velho conselho da televisão de ir passar férias cá dentro e ficámos aqui na Buraca e viva o velho! Depois, mesmo q'a gente saísse de cá, havia a chatice da língua. Nem eu, nem o meu Horácio pescamos uma palavra de estrangeiro. E é uma pena porque nunca visitei o estrangeiro, a não ser aquela vez em que fomos à Ilha de Tavira.

Às vezes, dão umas coisas na televisão sobre as belezas de Portugal e eu fico encantada. Não desfazendo da Buraca que, aqui nas redondezas, modéstia à parte, não tem nada que se lhe compare. Nem mesmo a Reboleira!


Olha, mudando de assunto, a avó Felisbela passou as passas do Algarve com dores nas costas e o médico de família disse-lhe que precisava de apanhar muito sol e ela, como é muito esperta, lembrou-se do letreiro de néon da leitaria do senhor Hermenerico e não foi de intrigas: passou todas as noites de Verão debaixo do letreiro da "Flor da Buraca", vê lá tu! E não é que melhorou?! Agora diz que lhe doem as pernas, mas, com receio de fazer tratamentos por causa do frio intenso que se tem feito sentir, arranjámos-lhe um calorífero daqueles de resistência e ela tem-se sentido muito melhor, apesar das queimaduras de quarto grau.


Mas nem tudo está mal por aqui, priminha, olha, sabes, o meu Horácio esteve a passar um tempinho na Penitenciária. Acho que foi por causa de uns 'póses' mais umas pistolas de alarme transformadas e uns canivetezitos que ele tinha para ali, coisas que, pelos vistos, nem eram dele; disse que foi um amigo que lhe pediu para guardar, mas, mesmo assim, veio cá a Judiciária e levou-o. Gostaram tanto dele que o convidaram logo a passar lá seis meses, vê lá tu! Pensando bem, sempre foi uma ajuda ao orçamento familiar, pois foi menos uma boca a comer, muito embora os morfes continuem a mingar cá por casa. São favores que a gente não esquece. E depois o meu Horácio disse-me que as instalações e o rancho eram muito bons. Como ele gostou muito de lá estar, até se prontificaram para lhe prolongar a estadia, vê lá tu!
O meu homem é assim a modos bruto que nem uma porta, mas quando quer, sabe ser arrebatador e cativante, benza-o Deus Nosso Senhor!
De maneiras que a porta ficou aberta, como lhe disseram os senhores inspectores e, quem sabe, da próxima vez a gente vá toda junta; vamos ver, prima!
Também não me posso queixar muito porque estive a banhos na casa da dona Hortense do primeiro esquerdo, por via do estupor do nosso esquentador que anda sempre avariado. Já me chateia incomodar a vizinha, mas ela está sempre prontinha a ajudar a gente, que até parece mal recusar, não achas?
Além disso aproveitei para viajar muito no 764. Fartei-me de ir visitar a minha cunhada Idalina ao Santa Maria, às voltas com uma hepatite. As visitas ficaram-me um bocado carotas, mas parecia mal não lhe levar nada; e olha, fiz das tripas coração, sabe Deus com que sacrifício! Levava-lhe umas bolinhas de Berlim e um vinhinho abafado, coisinhas pelas quais ela se pela, coitadinha!

E prontos, prima, tirando isto, cá vamos andando. O meu Horácio evita, ao máximo, comer cá em casa, coitado! O senhor Isaías já não nos fia mais mercearia, nem o senhor Fernando do talho. A esse pedi umas pelinhas de frango, por caridade, para fazer uma canjinha e nem o raio das peles o estupor me deu, prima, vê tu bem o somítico! Peixe, só lhe sinto o cheiro quando passo pela praça. E é assim; olha, paciência, vai-se para a sopinha do Sidónio, sempre vimos de lá mais aconchegados.
Por hoje é tudo. Tem um santo Natal e recebe muitos beijinhos desta tua prima que te estima e  s'assina,


Felismina

"SELFIE"

selfie.jpg

Segundo um dicionário da Porto Editora, é uma "fotografia tirada a si próprio, sobretudo a que se tira com um telemóvel ou uma webcam e é carregada para uma rede social" e acrescento: com a pretensão de alimentar o ego narcisista de quem a publica. Até aqui a moda tem sido a "selfie" singular, mas, depois da prisão do ex-primeiro ministro Sócrates, tudo mudou e as pessoas aglomeram-se no local para ficarem na fotografia da, presentemente, prisão mais famosa do país...

Mais sobre mim

foto do autor

NOTA MUITO IMPORTANTE

O AUTOR DESTE BLOGUE ESTÁ-SE A MARIMBAR PARA O ACORDO ORTOGRÁFICO!

ESPREITADELAS

hitwebcounter

FLORES DE MAIO

Mensagens

JAZZ COM BIFANAS

O SEU A SEU DONO

Se, neste blogue, houver lugar à existência de qualquer violação de direitos de autores de obras intelectuais, agradeço que me contactem através de joaoratao1@sapo.pt (ou aqui), por forma a poder corrigir a situação. Obrigado.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bocage in "O Bordel Português"Saudações cordiais

  • Anónimo

    Faz-nos pensar que, aqui e ali, ainda se vão encon...

  • Anónimo

    Faz lembrar essa grande quadra de autor desconheci...

  • Anónimo

    Eu ia dizer - que f.... da ..... de texto tão rico...

  • João Ratão

    Pois, com certeza, nem refuto!

subscrever feeds

Pesquisar